588.240 VISITAS,NESTE MEU CAMINHO SÓ DE POESIAS.OBRIGADA AMIGO(A)






Um pouco de mim...

Sou psicóloga,
mineira e falo uai,
falo trem bão
e não perco ele de jeito nenhum
(o trem né?)
Já morei em
Divinópolis Minas Gerais ,
Belo Horizonte,
São Paulo(capital)
Curitiba,
São José do Rio Preto
Porto Alegre,
e atualmente em Goiânia
Tenho uma família linda
e me inspiro
em tudo que vejo
e que sou quando escrevo meus poemas.
Corro léguas de uma briga,
mas como boa leonina
que sou ,
quando entro em uma,
vou até o fim,
até a exaustão.
Sou da luta,
da manga arregaçada ,
do trabalho,da vida,
da paciência,da boa prosa,
do cafezinho com um bom queijinho mineiro,
dos amigos,dos prazeres,
de festas,de praia
sou da lua, ela me inspira,
me ilumina, me abraça,
e me acompanha.
Em fevereiro de 2005
fiz uma cirurgia de coluna,
herdei 4 parafusos
de 4cm cada um,
uma placa de titânio
e uma cicatriz
que considero ser
um marco em minha vida.
Sofri muito
senti muitas dores,
caia no chão, chorava muito,
mas isso já é passado
porque o que tenho
comigo hoje
é uma felicidade
muito grande,
nasci de novo
e tenho certeza disso.
Quinze dias
apos minha cirurgia
tive um estalo
e comecei a escrever,
escrevo o que penso,
o que gosto e quando não me agrada
falo,não guardo rancores,
Tenho uma alma clara,
e um prazer muito grande
em viver minha vida.
Gosto de animais,
e quando vejo uma criança,
elas sempre vêm a mim.
Possuo muitos amigos,
alem terra,
alem mares
e porque não além céus....
Sou da terra, sou do povo,
Sou do povo desta gente...

Nancy Moisés

Clique no selo abaixo

e conheça meus vizinhos



AQUI TEM

MIMOS,AWARDS,

PRÊMIOS E DESTAQUES.

AQUI TEM SÓ CARINHO...


OBRIGADA AMIGOS...


Depois irão p/ minha

sala de award IV






Ah! Talvez você
até me busque
em pensamentos,
mas levar
a minha alma
é deveras um absurdo...

Nancy Moisés




 

 
Às vezes me pego cantando,

com o coração amolecido...

Às vezes me pego sorrindo,

sem eira nem beira...

Às vezes me desdobro toda,

como um tecido

envolto em voltas...

Às vezes carrego uma culpa,

sem sentido

e nem me atento...

Às vezes sonho acordada,

nem sonho existe

e nem durmo...

Às vezes nem sou eu

que sinto...

Ando perambulando

procurando

minha alma e minha cara...

Às vezes vou...

Às vezes fico...

Nancy Moisés





Ganhei este video

de meu poema

formatado para

o Youtube,

da minha amiga

Vick...

Obrigada querida!

Espere carregar

para melhor

visualização.






Tenho procurado

por esta vida ,

encostar meu coração

o mais próximo que der

aos de meu amigos,

é um exercício maravilhoso,

colho frutos lindos

e um deles

muito precioso pra mim ,

é a sua amizade...

Nancy Moisés





Desatino de mãe



Desde que pari

meus filhos,os perco

a cada dia...

Antes, saíram do peito

e engatinharam

por suas vidas...

Falaram palavras

aprendidas,

ouvi, o primeiro mamãe...

Sorrisos no hoje que lembro,

saudades então minha mãe...

De filha que sou,

e de mãe então no agora...

Percorro os quartos á noite,

cobertas e

escovas de dentes,

nem sei se fizeram a lição,

memórias

não desfazem as camas...

Desatino de mãe...

Que saudades...

Ninho vazio desfeito,

mas refaço

sempre que posso,

pois filhos fragmentam

e meus netos,

eu logo os terei..


Nancy Moisés





Voação


Ando sorrindo


e cantando


á toa...


Sinto que a alma


acompanha


o que penso...


Minha consciência


tem pleno acordo


com o meu saber...


Escrevo, finjo ser poeta,


acredito em


minhas frases,


e nas palavras que


pronuncio ao acaso.


Ando sonhando


e junto com o


meu sorriso e fala,


caminho pelo tempo,


ás vezes perambulando,


porque a “voação “


de meus pensamentos


é de grande intensidade


e a energia que flui


em volta de mim


é soberana,


e escrevo...


Nancy Moisés


Poetisa das


Minas Gerais













Sinto-me

ás vésperas de mim...

Por onde

andará minha alma?


Nancy Moisés


Me calo então...



Com a voz embargada,
ouço o meu silencio interno…
Um sussurro dentro de mim,
quer dizer algo…
Em volta nada definido…
Quando sombras me cercam e
tudo fica cinza
eu choro e passa…
Não olho o caminho que percorri,
assim faço com minhas angústias e tristezas,
é comum este estado
e normal este momento,
mas existe uma força que luta
e abre meus horizontes,
percebo que dai sai meu novo amanhecer
cheio de luz e de vontades,
e sorrio, sorrio muito…


Nancy Moises







Cato algo no ar,

penso ser inspiração,

penso ser

um acrescentar de idèias.

Reflito sobre o que vejo,

sinto,

sensibilizo-me,

ás vezes me emociono,

e nasce assim um poema...

Nancy Moisés







Quando tudo são flores,

a gente ri,brinca

e é uma alegria só,

mas quando muda tudo

e fica cinza e não passa

eu choro

e procuro então

encontrar minhas flores...


Nancy Moisés


 


Award Lua em Poemas




 


ANIVERSÁRIO

3 ANOS DE LUA EM POEMAS





 


Link Poetisa das Minas Gerais




 


AWARD- TRAGO POESIA

Porque p/ mim

um poema,não é só o que

já esta escrito

mas tambem

a emoção daquele

que esta por vir...


Nancy Moises



Essa campanha

eu aderi...














Me dê um alô ai vai?


Clique ai e fale comigo!





Abobrinhas

A coisa da Micas

Adelino

Adriana Tomimoto

A era dos gelos

Advisimplismente

Agua Marinha

Águia Noturna

Alameda dos nomes

Alentejo 2

Alegria de Viver-Teresa

Aliciante

Alma Cigana

Alma Guerreira.blog

Alma Guerreira.site

Alegria de Viver

Amar-ela

A marcha dos Pinguins

Amigo Leal

Amizade e flores

Amor e Paixão

Angel Weetblog

Ângela Fairy

Agua Marinha

Anascorpio

Andrade Jorge

Anne _Você

Angel Rosa-Minas Gerais

Angélica- São Paulo

Angel Samara

Antigas ternuras

Aproveita a vida

Arte Magia no Psp

ARTE_NO_PSP

Ate onde vai- Minas Gerais

Artesanes

Baiolândia- Salvador

Balanço de emoções

Bella Mistura

Belas Coisas da Vida

Bené

Blog do Arcanjo

Borboleta kaka

Bisavó Blogger

Borboleta kaka

Blogda Andreia.

Blog da Lu Saldanha

Blog das Amigas

Blog Entre amigos

Blue Rosa

Brasileirinha no Hawai

Cantinho Aconchegante

Cantinho da Estrela

Cantinho da Pinpy

Cantinho da Taty

Casal de Lobos

Celebreiros

Cenas do Cotidiano

Cem Coisinhas

Chamas da Paixão

Chão de Estrelas

Charlie-Portugal

Cinthiaduim

Cleris

Claudia Pit

Clube da melhor idade

Com Jesus Blogger

Conversar com Deus

Coisa Bonita

Cora Maria

Crazy- Gesture

Cuide de nossos animais

Dani miblog

Danhybertipaglia

Dea Cute

Deteshalom2

Débora Cantora

Diário da Sylmara

Divas Sensuais -Mary

Dynyz

Doce Mary –Sta Catarina

Doce Mel

Doce Mistérios

Doce Princesa Bella

DUDA- Floripa

Ea_ Reis

Efevilha-Paraná

E.Mtmt -Eliana

Fadinha Artesanato

Fairy in love

Edimar Suely

Embaixador

Enfermagem e Bobagem

Fadinha Cintilante

Fairy lovy

Fernando-Futebol

Feitiço da Lua

Fernanda & Poemas

Fina Flor

Finas Pétalas

Flavia Daniela

Flavio Perina

Flor Maresias

Fotolog Xique show

Gatitta

Gifs do rei

Grace Olsson
Suécia


Gonçalo

Gorete

Guerreira

Hercules

Icanfly

Instantes Blogger

Iolanda

Isabel Slife

Isis Morgana

Jandira Santos

Jardim das flores- Mary

Jardim da Poesia

Joice

Jota Edu

Js.Macedo

Juracy Dantas

Kekko 31

Kevin e Kauan - Paraná

Keka

KeKa DOIS

Labell

Laço e abraço

Larissa MJ

Lele 1951

Lena Koya

Leny

Love pets

Lumma 2005

Keka

Lino Resende

Loira 26

Leucemia

Lingua Afiada

Lyane Israel

Mademoiselle

Marta Matos

Maria Laura

Marieta Tavares

Marines Lazzari

Markrystally

Mary-am.blog

Marisa Cerioni

Mary Help

Mc. Matias

Melzinha

Menina Boneca 23

Menina V@l

Mensagens de Zica

Meu filho autista

Meu Momento Minha Hora

Meu Recanto

Meus Latidos-Pipinha

Meu espaço abençoado para você

My nothing

Alma Guerreira.blog

My Passion

Mysthyk

Mineirinha gr

Minha Ternura

MMarta

Momentos a Dois

Momentos de tango

Monkakau

Monikkris- Japão

Moranguinho

Moreno estrela

Morrigan-Le-Fey

Mundo de Carla

Mundo de Juliana 4

Mulher Feliz

Mundo Poético

Mundo - Simples

Murilo Pixuco

Músicas do coração

Na luta

Nada pra mim

Nadja

Naeno

Neide Cs

Neide Mel

Neusa Blogs

New Mania Mulher

Nica de Baby

Nicinha- Holanda

Nilceu

Nimbypolis

Noivinha do Le

Noticias da Kris

Nylda- Lisboa

Olhar Indiscreto

O meu jeito de ser

Ondas Amarelas

Ouça Bem

Osibarita

Padre Ivo

Passion Woman

Palavras soltas no ar

Peixinha loirinha

Pastorelli

Pamtogoe

Paola Vannucci

Paulo Mauricio Silva

Pink Athayde

POESIAS -João Matsumoto

Poetisa Preferida

Posso ficar aqui

Princesinha Italy

Rabisco da Cad

Reevolution

Rê Lua

Reflexos da alma

Regina Bee

Regina Teófilo
Rosa do Japão

Romantichome

Rose JC

Rosimerie 46

Sandra P

Sandra Waihrichatit-Vídeos

Sempre Guerreira

Star Pink

Servindo Jesus

Simpl mulher

Simplesmetne Carol

Simplismente Poeta

Sofá Azul

Soraia

Simplesmente uma mulher_Krys Canoas

Sjogren

Smareis

Sofá Azul

So Karinhos

Sombras de Silencio

Stuffof Dri

Sua vidad2-Paulo

Sula Macedo

Surfista 2002

Stylos 13

Taliesin

Ter Brazão

Testando Habilidades

Taty Letsgo

Template do padre

Tempo de Saturno-

Tô sabendo

Trocando bordados

Totally Pop

Trocando em miudos

Tuka

Universo da Dininha

Uivos da Loba

Vânia Antunes

V Cantinho cute

VERA ISHIMOTO

Verso e Prosa

Versos que canto

Vieira Calado

Virginia Alem do Atlantico

Vitoriosa 2

Walleskam

Quintal do Tuga

Zé Carlos Manzano







Venha a mim quantas

vezes eu penso em ti...

Sejas meu

quantas vezes respirei

e chorei por ti

Lágrimas de saudades,

sorriso de amarelo pardo ...

Quantas vezes a ti louvei

quanto é o tempo

que a ti dediquei.

O amor!

Sereno e encantador

quando se têm

vingativo e sofrido

quando te foges .

Nancy Moisés







São tempos vividos,

begônias do querer

na janela,

que enfeita a cena,

acolhe a lembrança e

emoldura o quadro estranho

da parede.


Nancy Moisés









   
Meu site

Clique no selo abaixo









Olhos no Mar...


Sozinha numa

imensidão do nada,

ouço-te

na palma da minha mão,

entre nós e o mar,

num sonho teu

estranhamente eu...

Sonhos....

Pensamentos que vagueiam,

sonhar nesta noite

estranha e escura...

Um grito.

O mar entre nós,

minhas mãos

não o alcançam...

Pesadelo...

Noite...

Escura...

Preciso acordar

para ver as estrelas...

E sonhar...


Nancy Moisés



Meus destaques Blogstar

Clique no selo abaixo








Há um pequeno acalento,

na proporção exata

de se ver,

de se sentir,

sentir na pele,

no toque,

no olhar,

isso é importante,

é vivo,

é único,

completa-se,

com o todo e

se encaixa pela vida e

se perpetua neste olhar.

Nancy Moisés















Lua apagada no céu,
dia luz,
não há nuvem,
marrom esmaecido
das montanhas...
Na rota dos ventos ,
na trilha da
Estrada Real de Minas,
me acho,
pois o tempo é
a maior ousadia e
desafio neste meu viver e percorro...

Nancy Moisés



Minha Parceria com Halma Guerreira

Clique no selo













Clique nos links abaixo e veja onde estou..

Meus poemas

em pps...

Obrigada Elza Moreira



Obrigada Cecilia Helena







Amigosdolivro

(clique em autores e escritores brasileiros)


Contos Poesias


Romantichome


MUNDO POETICO
CONSCIENCIA


MUNDO POETICO
UMA PINTURA


Sokarinhos


Supersites da web


Mundo Poetico





















PARTICIPO











 Links & Sites




Este site esta protegido
contra spammers por
SPAM POISON.
Clique no selo abaixo
e proteja o seu!










Historico:

07/03/2010 a 13/03/2010
08/03/2009 a 14/03/2009
27/07/2008 a 02/08/2008
18/11/2007 a 24/11/2007
02/09/2007 a 08/09/2007
06/05/2007 a 12/05/2007
25/02/2007 a 03/03/2007
14/01/2007 a 20/01/2007
17/12/2006 a 23/12/2006
12/11/2006 a 18/11/2006
22/10/2006 a 28/10/2006
03/09/2006 a 09/09/2006
30/07/2006 a 05/08/2006
18/06/2006 a 24/06/2006





Votacao:

- De uma nota para meu blog

Indique esse Blog




15/11/2014

 

Amigos  em 01.04.2014 criamos  nossa Fan Page  no Facebook,

eu e toda a Equipe do Lua em Poemas esperamos por você.

1-clique na imagem acima

2-qdo abrir a pagina clique em curtir.

Aproveito e agradeço pelo carinho de sempre.

Nancy Moisés

 

Ah! Venha participar do Poetas em grupo do Lua em Poemas no facebook,

só clicar acima e sera mto bem vindo...

Obrigada sempre pelo carinho...

Nancy Moisés

 

 

 

 



Tenho procurado

por esta vida ,

encostar meu coração

o mais próximo que der

aos de meu amigos,

é um exercício maravilhoso,

colho frutos lindos

e um deles

muito precioso pra mim ,

é a sua amizade...

Nancy Moisés

 

 


A luz do sol que me fez te ver,


agora beija a terra firme e molhada que piso.


Sobe morros, atravessa mares ...


Foi nesta onda de encontros e pássaros no som do silêncio,


que a melodia cuja sonoridade amacia meu coração


te trazem a mim e eu a ti...



Nancy Moisés



 

 

 

 

 Minhas terras mineiras...

 

 


Meus sonhos de mineira simples me persegue.


Quando volto de minhas terras,


principalmente depois de percorrer tão lindas montanhas,


de observar que dali eu vim,


foi dali que tirei toda a essência de cabocla das terras mineiras,


encontrando-me como mulher realizada que sou,


aventurando-me agora com toda essa cena


que montei de minha vida mineira


a escrever palavras perdidas ,


corridas pelos tempos,


pelos caminhos por onde andei


e por onde percorro,


deixando cravado minhas escritas,


direto do alto de todas as montanhas mineiras,


os meus mandamentos em forma de poesia.

 

 

 

 

 

  

 

 

Minha cabeça está lá na lua,

 

 

 

conto aos céus a doçura de sua alma a me iluminar.

 

 

 

O seu perfume de cheiro bom,

 

 

 

o calor de seus braços a me aquecer,

 

 

 

a força de seus olhos a me envolver...

 

 

 

Meu  olhos em você.

 

 

 

Tenho-te...

 

 

 

Falo-te...

 

 

 

Ouço-te...

 

 

 

Minha cabeça na lua,

 

 

 

e meus pensamentos só em você.

 

 

Nancy Moisés

 

 

 

 

Branco e vermelho...

 

Vira e mexi a poesia me aparece,

 

é um  perigo,me sinto grandiosa  quando a recebo.

 

Uma nuvem envolve meu corpo,

 

minha mente,coração, e a emoção nas palavras escritas no instante.

 

Minha poesia mora em mim,

 

ás vezes adormece e se preciso dela,

 

canto, faço um carinho e sorrio,

 

para que  me sinta e assim ,

 

vai chegando, suave, leve, doce  e de branco...

 

Ás vezes parece um turbilhão, eu grito,

 

sacudo, esperneio e ela vem , ela revida.

 

Não sou escrava das letras perfeitas,

 

escrevo então de vermelho,

 

ás guardo então a 7 chaves,

 

e ninguém nunca as lê.

 

Nancy Moisés

 

 

Só um olhar teu...



Derrama-te teu olhar sobre o meu ser...

Oh!Meu amado que me alucina,

perca-te em meu corpo,

sonha comigo os meus sonhos,

venha em mim e seja comigo um só...

Ama-me...

Sonha-me...

Seja-me...

Possua-me...

Porque eu já sou tua,

na vida,

na morte e

em meus sonhos...

Nancy Moises

 

REZA…

Santo anjo do senhor,


tão sincero o guardião,


tão feliz de esperança,


 rogai a todos eles,


prece no oculto da mente,


boca amarrada no confessionário,


do tempo obscuro de pintura de ouro barato,


onde se vê a experiência da verdade,


que ocorrem há tempos e


perpetua pelos séculos afora,


Amém.


Nancy Moises

 

 

 



- Postado por:Nancy Moisés 09h05
[ ] [ envie esta mensagem ]





13/10/2011

 http://luaempoemas.zip.net/images/ave0423.gif 

 

Ás vezes sinto-me como os pássaros no seu vôo simples.

O vento vai indo e eu vou indo com ele...

O vento sopra pro lado e eu vou indo com ele, numa leveza incomum.

 

Se há um amanhecer,

eu canto com ele...

 

Se há um  anoitecer,

eu durmo com ele.

 

Sinto-me sem piso, por isso vôo...

Sinto-me suave e persisto neste estado diferente,

porque ás vezes a vida me extrapola e

pulo de um galho para o outro, num sentido ao outro,

sem ser reconhecida pelo começo.

 

Quando me vejo  no instante,

poso , reflito por onde passei ,

valorizo tudo e todos,

desde que acrescente algo p/mim,  não me incomode,

 

senão descarto e sigo p/outro galho, cantando assim mesmo...

 

 Nancy Moisés

 

 Preciso de colo...

Sinto-me inundada pelo brilho constante do dia...

 Sinto ás vezes estranhamente,

que tenho dois corações ,duas almas...

Um pulsa no choro e sofre...

O outro intensamente,amado, feliz ,

que de tão grandes os sentimentos e alegrias,

 tais emoções ocupam todo o espaço e tenho assim que me dividir...

Uma alma , aquela firme,que pisa e olha por onde anda,

serena caminhando por seu destino...

A outra se perde,no traçado de suas dúvidas,

no flutuo permanente das releituras, questionamentos perturbadores ...

 Sou o que se poderiam dizer duas partes...

Sou o que se conhece como a certeza e ás vezes duvida,

o real junto com o não visto, o compreendido defronte ao enigmático...

Sinto-me pobre ás vezes, por estas disparidades de meu EGO.

Sou porque devo ser,procuro a verdadeira liberdade,

porque o amor, a amizade, lágrimas,

desilusões e meus conflitos internos,

ficam divididos em partes,mas tudo por dentro de mim.

Nancy Moisés

 

 

 

O despertar  de um poeta...

 

 

No amanhecer ,o Poeta,

 

antes de sair de seu sono,

 

ouve 1º o cantar do bem-te-vi anunciando a chegada do novo dia,

 

sem compromisso algum, vai despertando..

 

Na mente ,

 

a alegria de uma primavera florida,

 

o sonho inspirado e desejado...

 

Quando um poeta inicia seu despertar ,

 

é como o pisar leve sobre a relva “verdinha”,

 

depois do ultimo pingo da chuva...

 

Ser poeta é não ter o compromisso com o dia a dia comum,

 

pois a transposição da alma, desejos e sonhos se interagem e os possuem...

 

Seu despertar é então calmo livre e constante...

 

Nancy Moisés

 

 

 

 

  

 

 

  Vejo o meu mar com teus olhos,

 infinitamente azul e claro...

 

Tuas verdades, ás transponho em mim ,

 

vivenciando todos os instantes que as tenho...

 

Sinto-me completa porque a emoção fica a flor da pele e

 

acredito que o tenho sempre que vejo o meu mar com teus olhos...

 

Nancy Moisés

 

 

 

 Capaz

 

 

Capaz que te esqueço,persisto no momento,

 

capaz que não te vejo,entusiasmei com teus olhos...

 

Capaz que nesta vida não te verei...

 

Capaz...

 

Pois perto de mim tu vives, perto de mim tu acordas,

 

e em meu coração tu adormeces...

 

Nancy Moisés

 

Clique no selo abaixo e conheça meu site... 

 

 



- Postado por:Nancy Moisés 15h21
[ ] [ envie esta mensagem ]





01/10/2011

 

 

Somos 3 irmãs de correntes fortes,

o pai morreu,

sempre me lembro de sua poesia,

ele era poeta dos sonhos e encantos,

hoje escreve nos céus...

Sou a filha do meio,

sei de minha idade, as vezes choro com ela...

Tem uma mais "velha" que nunca acreditou nisso,

ela diz sempre quando estou em sua casa:

- Vou lavar,

estendi a roupa,

tinha sol,

ferro só com relógio contado,

uma hora certinha,deu a hora guardo tudo.

A caçula diz sempre:

-A poesia me salvará...

A primeira puxou pela mãe,

a caçula pelo pai ,

eu não puxei nenhum nem o outro,

escrevo meus versos,

mas numa sonsura só...

Nancy Moisés

 

  

 

Eii clica no selo abaixo e vai la me ver...

 

Deixa um beijinho,um carinho ,

 

quem sabe uma poesia,

 

vou gostar d+ que você me leia.

 

Obrigada por ser meu amigo(a)...  

 



 

 Nancy Moisés 

   

Acordei hoje mais velha,

 

não choro por isso e nem sinto remorso,

 

vivo o meu hoje bem devagar...

 

O tempo é lento e a natureza me abraça,

 

o sol esmaece seus raios em meu rosto,

 

sinto a brisa do agora .

 

O segundo a frente,

 

deixo vir lentamente  ,

 

sovando  assim meu tempo e degustando a vida,

 

meu paladar é inquieto... 

 

 

 Coisa boa é viver... 

Sentir a mais pura essência da natureza que nos envolve,

 

nos abraça e poder escrever.

 

Expressar com fluência e liberdade,

 

o que sinto na profunda consciência de que

 

o que sei e vivo devo levar ao próximo

 

e tentar suavizar com minhas letras ,

 

o dia a dia com minha felicidade que me transborda e

 

aportar em cada um e permanecer...

 

  

 

Numa miscelânea de sorrisos,

lágrimas, amor, felicidade e saudade,

escrevo meu poema....

Se tropeço são lágrimas,

se sorrio é só felicidade

e se por ventura é amor ,

da uma dor de saudade,

tem lágrimas, sorrisos ,

embebecidos e envolvidos 

numa eterna felicidade...

 Nancy Moises

 

 

 Júnia Gomes

Quando a saudade me encosta,

 

o sorriso fica amarelo,

 

quando apeamos em um tempo passado,

 

esbarramos na ausência.

 

O sol sempre eclipsado em sintonia com o que ocorre...

 

Tempo de tempo vivido,

 

esperança de um breve reencontro,

 

de uma amizade adormecida...

  

  Vivi e andei ... 

 Amei, amei,

que linda surpresa,

 

café ta no bule, aquele antigo,

 

toma comigo senta do lado,

 

me conta a surpresa tão linda e tão boa...

 

Vem de tão longe...

 

Tem lenha no fogo, a água ta quente,

 

esquente os pés , ta frio la fora,

 

enrole em mim,te esquento , te enrosco,

 

te ponho no colo,

 

te beijo e te quero...

 

Amei a surpresa,

 

Fica logo aqui... 

 

Num piscar em meu entender,

 

me intero com o tempo atual,

 

neste local de brisa suave.

 

Surpreendo-me com o que me é proposto...

 

Um horizonte pequeno para o tamanho de minha visão,

 

extrapolo assim muito alem deste infinito,

 

pois dentro de mim habita um jogo de verdades,

 

neste meu finito humor,

 

nesta minha alegria de vida.

 

   

 Clique abaixo e veja meu poema em pps, obrigada amiga Cecilia...

 

 

 

Salve Rainha dos Céus...

Terço da vida, contas de osso,

difícil de roer,difícil de pegar...

Só sabe pedir,nem pensa em rezar,

orar por um santo,pedir para Deus,

sonhar com um tempo,ser grata por Deus,

Ave Maria...Tem até Pai do céu...

O pão nosso é o do dia e

o Sr. é convosco...Ave Maria, Ave Maria,

Ave...Ave...Deus pai é do céu,poderoso é o rei,

divino é o santo,e o  meu anjo é você..

 

 



- Postado por:Nancy Moisés 19h55
[ ] [ envie esta mensagem ]





01/10/2011

 Ao me ler...

 

 Ao me ler encontrará minhas palavras,

 

as ditas,as escritas e as recuperadas pelo tempo...

 

Acredito na minha fé,

 

escrevo minhas verdades,

 

serei sempre eu enquanto ser,

 

serei sempre minha ,enquanto alma...


Nancy Moisés

 

 Agradecimento...  

 

Sinto a minha  felicidade ao percorrer  ,

 

meus caminhos em Poesias,

 

segura de mim mesma que reconheço neste todo meu  viver.

 

Sei que o caminho de meu crescimento começa em meu coração e

 

continua numa busca  incessante até encontrar

 

as mãos de meu próximo...

 

Obrigada amigo(a) por existir em minha poesia.

 

Nancy Moisés    

 

 

As palavras cantam,

 

o sorriso  abastece,

 

os sonhos iludem,

 

a esperança acode,

 

o coração pulsa,

 

o sentimento espera e

 

a saudade levamos pela vida,

 

pelo sempre em acordo com o cantar

 

de todas as palavras e

 

os dizeres de nossos sonhos...

   

   

  

  Um aperto...

 

Quero abraçar meu corpo, 

acordar minhas têmporas,  

revestir meus conhecimentos em verdades ocasionais,

mas simples e sinceras.

Pisar de pés nu, neste chão morno,

vermelho de terra batida.

Acordar com um horizonte verdadeiro,

Sem irrealidades do cotidiano,

e me achar  nesta procura de meu eu insano ,

de  pensamentos flutuantes,

nesta minha página virada.

 Nancy Moisés

 

 Clique nos selos abaixo e veja meus poemas, 

 

formatados por grandes amigas minhas.

 

Obrigada  meninas...

 

     



- Postado por:Nancy Moisés 16h43
[ ] [ envie esta mensagem ]





28/02/2009

 

 

Não se ouve a tua voz,

 

tapa-te os ouvidos, cala-te na esperança, 

 

entregue teu sorriso...

 

Permaneça na ilusão,o tempo se encarregará de tudo.

 

Perca-te no encontro daquela saudade...

 

Abra-te para o amanhecer em um tempo de luz,

 

encontrarás uma lembrança existente em teu peito e

 

conseguirás ver um horizonte de sonhos e de muitas esperanças.

 

Nancy Moisés

  

 

Hora da Reza...

Janela aberta, relógio que avisa...

 

Hora do ângelo, o sol que se pôe.

 

Calmaria incômoda, silêncio do nada.

 

O terço rolando, a fé de cristão...

 

Ave Maria cheia de graças,

  de um Pai Nosso que estais no céu.

 

Santo anjo do Senhor,

 

de uma Salve a Rainha mãe de misericórdia,

 

rogai por nós pobres  pecadores...

 

Amém

 

Nancy Moisés 

 

 

 

Acordo de mim...

Tenho comigo um acordo de coração com a alma,

 

 flui um sentimento de entendimento com meus pensamentos...

 

Ás vezes acelera o peito,

 

arrepia o corpo e trás a alma pra junto de mim.

 

 Sempre num acordo incrível,

 

é pleno, flui como o cantar de um pássaro lerdo,

 

 simples e  de uma melodia eterna.

 

 

 A mente eleva os pensamentos e

 

carrega na alma o sentimento mais eternizado,

 

desse coração cansado,

 

já velho, mas que inspira e deixa á flor da pele,

 

toda a minha sensibilidade,

 

 pois penso ser assim um poeta,

 

e de um poeta sentir então toda essa emoção.

  

AH! Dê-me um sorriso agora! 

  

Faça-me sorrir,

 

com seu sorriso que me encanta...

 

Agrade-me com seu carinho,e me dê sua vontade...

 

Seus desejos, deixe que realizem,

 

pois sua felicidade será sempre minha alegria...

 

No momento de encontro de almas,

 

de sorrisos que se dão,

 

eu paro e penso um pouco sobre o espetáculo que nos cerca,

 

nos envolve e que deixa assim que realizemos nossos sonhos.

 

Olhe pra mim,e deixe que eu confirme...

 

AH! Já sei para quem sorrir...

 

 



- Postado por:Nancy Moisés 14h43
[ ] [ envie esta mensagem ]





26/02/2009

O Meu Elixir...

"O Meu elixir"


Nancy Moisés


"Poetisa das Minas Gerais"

 

Exalo uma canção,

 

na melodia procuro acompanhar o que vivo,

 

no passado vejo a minha liberdade ao escrever...

 

Caso eu sorria,acredite é meu íntimo manifestando

 

o que sou...

 

Caso tenha lágrimas,é meu oceano despejando emoções...

 

Caso me conheça, só então me reconheça,

 

e  se por ventura  te sou diferente e estranha,

 

leia-me,tente me compreender,porque não só exalo a canção,

 

pois sou também a poesia,

 

haja verso, haja prosa,

 

eu canto...

 

 

 

  CRIANÇA DO VENTO


     
Recebi teu sorriso,

abracei a tua pequena voz e inundaste os meus dias...

Te cobri com o manto do céu,te acolhi e te cuidei...

Acordei para secar estas lágrimas,

com as mangas de minha blusa,

para te acompanhar e fazer-te dormir...

Acariciar esse teu revolto cabelo e sorrir,

ver em teus olhos a água, o rio,

o mar, do sereno, da garoa fria...

Te acolher em meus braços,

e não deixar a esperança morrer nunca.

Te acordar e deixar que entenda,

que é lindo os sonhos, as historias e as fantasias...

Ter nas mãos a certeza de um futuro seguro e

brilhante e os dias que guardo para sempre,

para ti...

Criança do vento.
  

 

Outro dia revi meu pai...

 

Ele sorriu p/ mim e eu dei um baita sorriso p/ ele,

 

ele me deu um abraço,

 

e eu dei um beijo nele.

 

Senti no momento toda a feliz emoção que tínhamos,

 

quando aqui ainda ele vivia.

 

Fico pensando então,

 

quando nos encontrarmos na eternidade, meu pai,

 

o nosso beijo será estrelar e o abraço...

 

AH! Nem dô conta de pensar...

 

 

 



- Postado por:Nancy Moisés 10h13
[ ] [ envie esta mensagem ]





15/02/2009

 

Encontrei o meu caminho...

 

Sinto a luz que me envolve.

 

Sou porque persisto...

 

Escrevo e com minhas letras sem rimas e sonsas,

 

acredito fazer um poema...

 

Lê-los só quem me acredita...

 

Sou poeta e nesta minha descoberta tão recente,

 

encontro com o meu eu adormecido por muito tempo...

 

Aguardo a minha verdade,

 

percorro minha consciência, no meu “auê” de vida diária.

 

Sei que um amanhã persistido de bondade,

 

esta acordado p/ mim e me abre seus braços...

 

Ao recebê-lo, entenderei assim a minha realidade e

 

conseguirei mesmo que inconsciente captar

 

o que de mais belo me envolve...

 

Salve a alegria...

 

Viva a minha felicidade...

 

 

O estalo de Nancy Moisés

 Muito sofrimento eu passei, dores horríveis eu senti, quedas, lágrimas...

 15 dias após a minha cirurgia de coluna, tive um estalo,

 

 comecei a escrever  poesias , não paro mais.

 

Não tem hora não, de noite, de dia, nem durmo mais,e nem ligo.

 

Sinto que nasci mesmo de novo,despertou em mim , uma nova mulher,

 

que sente mais do que eu sentia, que vive mais do que eu vivia,

 

que ama mais do que eu amava,

 

que perdoa mais muito mais do  que perdoava,

 

que vê um sentido absurdo no caminho por onde  anda...

 

quero andar , encontrar, falar, sentir, ouvir, doar,

 

conhecer, permanecer, gargalhar, chorar porquê não?

 

Quero ver tudo pela frente.

 

Sou uma mulher muito mais  feliz,

 

porque sei realmente o valor que tem,

 

e o valor que devo dar a minha vida.

 

    

 

Em um pacto objetivei minhas intenções.

 

Na minha alegria, doaria sorrisos...

 

Na minha tristeza acolheria uma esperança e me reluziria...

 

Sempre que houvesse um incômodo ,tentaria me aliviar no perdão...

 

Na ocasião de um suspiro mais forte,

 

compartilharia com aquele do meu lado....

 

Seria sempre o que se diz eu mesma,

 

seja então na alegria ou na ocasião da hora.

 

No novo pacto que persisto em formar,

 

acreditarei sempre na minha intenção e me respeitarei...

 

Haja o que houver,

 

venha o que vier, serei fiel a mim e a ele.

 

 

 

 

Com minha alegria inigualável neste instante,

percorri novamente por todos os campos por onde vivi...

 

Reconheci o meu eu interno pelo jardim,

 

no momento pestanejei e como se o tempo voltasse,

 

sorri muito...

 

Cantei e neste êxtase momentâneo,

 

adormeci entre minhas flores,roxas...

 

Hortênsias e violetas...

 

Nancy Moíses



- Postado por:Nancy Moisés 09h04
[ ] [ envie esta mensagem ]





10/02/2009

 

Meu eterno namorado...

  

 Abasteça meu coração de amor ,

 me faça um carinho...

 Dê-me o seu sorriso,

Conceda-me a alegria,


Acompanhe-me,


preciso de você.


Se tenha só p/ mim...


Rogo sua mão,


Seja meu sempre,

enquanto serei  eternamente sua...

Nancy Moises

 

 

A luz do sol que me fez te ver,

 

agora beija a terra firme e molhada que piso.

 

Sobe morros, atravessa mares ...

 

Foi nesta onda de encontros e pássaros no som do silêncio,

 

que a melodia cuja sonoridade amacia meu coração

 

te trouxe a mim e eu a ti...

 

Nancy Moisés

Essa minha poesia viu?

Quando escrevo meus poemas,acredito segurar minha alma nas mãos...

Com meus dedos conduzo os traços que vão fluindo,

as rimas se integram naturalmente a todo o contexto,

que assim proponho...

Nunca releio e nem corrijo o que escrevi.

O que esta por vir, virá...

Com rima ou sem rima,escrevo minha poesia...

Conhecer-me? Quem me ler verá...

Perpetuar-me?AH! Isso só o amanhã dirá.

 

  

Eleve teu pensamento ao mais alto dos céus...

 

Suba sempre ao encontro dele...

 

Com teus medos, sacuda-os não resista e nem fuja,

 

enfrente-os, pois continuará subindo com mais força...

 

Conheça-te na tua plena tristeza e na glória de teu sorriso feliz.

 

Reconhecerá o  verdadeiro eu e estabilizara quando nas alegrias.

 

Percorrerá em teu ego solitário e conhecerá o teu real potencial,

 

talvez até refeito de teus conhecimentos mais íntimos.

  

 

 

 Se realmente pensas em mim,como um infinito sem fim,

 

 

mesmo a mim tendo e eu a ti enfim...

Guarde-me então,

porque quando a ti não mais tiveres ,sempre serei tua,

mesmo que o anel não pese mais em meus dedos ,serei tua,

pois  me guardarás para sempre em teus pensamentos,

como eu  sempre guardarei a ti...

Nancy Moisés

   

  

Quando deslizei os meus braços por dentro das mangas,

 

a jaqueta exalou um perfume de gardênia e sonhos.

 

Sonhei com aquele tempo de minha adolescência,

 

aquele doce tempo da minha inocência e do despertar de uma nova vida,

 

do descompromisso com tudo,  da suave sombra do conhecimento e

 

da vontade de sentir um mar de poesia dentro de mim.

 

Vivia me acolhendo, esquentando, querendo dizer algo.

 

Pronunciei palavras em silêncio...

 

Por cima de mim,vi nuvens perfeitas,figuras incríveis,

 

senti-me sozinha numa imensidão do nada

 

sentei ali mesmo no chão frio daquele quarto,

 

senti-me tão só e chorei...

 

 Nancy Moisés   



- Postado por:Nancy Moisés 18h52
[ ] [ envie esta mensagem ]





09/02/2009

    

 Minha Ausência..

Quando fecho os meus olhos,

e o descanso chega,como para todos à noite,

há uma lentidão de meu sono...

Entrego-me num torpor respeitando o avançado da hora...

Sinto uma calmaria interna...

Relaxo...

Entrego-me na sensação de Paz que me domina.

Entro em um êxtase perfeito e acredito saber a leitura

de meu ser neste instante ...

Meus pensamentos procuro ocultá-los no momento seguinte,

porque me entrego a esta sensação de um infinito silencio .

Não releio o dia ocorrido,

nem muito menos o que esta por vir...

Vôo, me transporto para onde eu queira,

mesmo que seja para um lugar lento e irreal,

e sonho, neste desligamento de meu ser,

mas em uma  grande conexão com minha alma...

 Nancy Moisés

 

Silêncio dentro de um   ser...

Pisadas leves, andar de um cisne,

Caminho com muita luz em busca de si mesmo,

Uma olhada pro seu interior,

Com olho sem interesse,com imagem sem censura,

Com perguntas, sem cobranças,

Sem palavras, sem mensuras,de uma consciência perfeita...

De repente um grito sem som, lá de dentro da alma,

Da alma daquele ser e um encontro.

Um encontro em si mesmo,

Um encontro tão só,de silêncio de alma,

De quem conhece e que sabe,por onde anda seu ser...

  

 

Quando tu não estiveres comigo,

veja o teu mar com os meus olhos...

Procure nas estrelas e na lua, o que já vivemos...

Sinta o instante de tua emoção e me veja,

nem que seja só em tua mente....

Ouça o vento, com os meus ouvidos, sinta a brisa , a da hora e

emane tudo isso só p/ mim...

Veja tudo e sinta tudo com a sensibilidade que

tu guardas em teu peito,pois estarei contigo, na vida, e pela eternidade,

sempre que tu conseguires ver tudo isso com meus olhos...

  

   Abaeté 

 
Naquele Abaeté naquele nosso canto,

Sentava ali de dia,olhava tudo  a noite.

O tempo foi passando,você nunca mais veio,

Lembranças sempre me vêm de nosso Abaeté,

De quando junto ficávamos,ali perdidos no tempo,

Esperanças, ilusões,castelos de sonhos.

Ríamos muito de tudo aquilo,e o tempo passou,

O tempo foi passando,hoje o Abaeté secou,

Hoje rugas eu tenho,meu semblante secou,

Meu coração morreu,

Desde o dia em que você se foi lá pro além céus com seus anjos.

Saudades eu sinto aqui,

Sentado neste banco encardido,

Olhando pra este Abaeté tão seco,

Para este rio que não tem mais graça e

Sentindo uma dor de saudades de você.

Um dia te encontro, meus anjos me buscam,

O endereço vou saber,

Tenho o seu cheiro comigo,

Sigo o seu rastro...

E acho você.

 

    

Sou de dia, sou de noite,

me aconteço quando preciso, me reconheço quando quero... 

Faço o que bem entendo,na alegria ou na tristeza.

 Rio na minha risada conhecida,

 mas choro em lágrimas que brotam e escorrem pela face

quando reconheço  a animalidade de seres que me perseguem na mente, 

no caminhar e me enlouqueço... 

Nancy Moisés

    

 VIDA...VIDA.

 Sinto um vazio no peito, na ilusão do que não foi feito,

 num sentido sabido do que estar por vir,

 mas que padece no instante em que há uma sintonia,

 com este desacordo real  cabível  e sabido, 

nesse tempo que chamamos de VIDA .

 Nancy Moisés

Meu Deus!!  

 

 

Num encontro constante de minhas idéias,

 

mexe e vira esbarro com Deus,ando por caminhos comuns,

 

normais pelos padrões...

 

Fico pensando,se tomar um atalho,

 

será que ele vai continuar se esbarrando em mim?
 

 Nancy Moisés 



- Postado por:Nancy Moisés 09h22
[ ] [ envie esta mensagem ]





07/02/2009

 

 

  Quero no amanhecer desse dia colher flores para verdade sentir...

 

 

 

 Sentir o corpo no ar no flutuo da vida,

 

 cheirar o lírio que brota por ai, no jardim...

 

 Ouvir e sentir a brisa no rosto, nos lábios em meu corpo,

 

  fazendo revolto meus cabelos  já em desalinho...

 

 Perceber o ideal secreto de uma natureza morta,

 

 mas viva de beleza infinda.

 

 Quero neste amanhecer acordar e ver você neste quadro descrito,

 

 nesta pintura feita pelo meu poema, e assinar com a tinta mais límpida,

 

 clara e feliz...

 

 EU TE AMO...

 

 Nancy Moisés

 

  

Doe Sorrisos...

  

Num pestanejar é dia no céu,

 um envolver de alegria,nesta energia clareante, 

transparente que passa por aqui...

 Retribuo tudo isso que recebo e que me vêm , 

com uma simplicidade universal e natural, 

doando sorrisos... 

     

 

Despercebida e sorrateira a vida vai me escapando...

 Pelos dedos passa o tempo,

 

 nesta face já existem rugas,

 

 de brancos tingem os fios...

 

 Na maturidade se reconhece o real acontecido,

 

 vivencia a experiência passadas e as que estão por vir,

 

 serão então recebidas com mais paciência

 

 e uma firmeza inesperada...

 

Acordei hoje mais velha...

 

 Na consciência do amadurecimento encontro o meu ego acariciado,

 

 pela confiança esegurança que tenho no meu hoje ,

 

de mim e por mim mesma no  meu sempre...

 

  Nancy Moisés 

 

  

Tatuo o meu fôlego esboçando agora  em soluços,

 risos e compreensão.

 Conheço o que vem de mim,o que passo a ti... 

Circundo tudo que me convém,exaspero aquilo que me repulsa. 

Sou conveniente a mim mesma,

 repouso no meu leito e penso...

  

 

Ando saudosa de tudo neste momento... 

Algo abastece meu coração de uma emoção constante ,

 uma mistura de dor , amor, felicidade,

 mas com um certo contingente guardado  da temporalidade de meu cotidiano,  

o vivido,  o atual  e mesmo tudo que ainda esta por vir... 

Nancy Moisés 

   

No luar que vejo...

  

Um brilho de uma claridade incessante,

 vejo que nesta noite uma liberdade  vem em mim... 

Sou consumida por este tempo, 

estou em acordo com meus pensamentos e meus desejos...

 Oh! Lua que brilha, 

aguça-me então  minhas escritas inspirando minhas verdades, 

deixando minha vida transparente e iluminada por ti...   

 

Aos Noivos...

 

Quando dois corações se encontram

  no mesmo tum, tum, tum ,tum

 

e cuja sintonia de almas são respeitadas

 

 e aceitas na mesma linguagem simples de seus olhos,

 

o que nos resta desejar é um caminho de mãos dadas sempre...

De felicidades e muitas flores...

Nancy Moisés  



- Postado por:Nancy Moisés 19h40
[ ] [ envie esta mensagem ]





05/02/2009

Esse meu olhar...

  

Numa musicalidade constante,

 aperfeiçôo o meu olhar,

ouço minhas idéias, 

acredito em mim... 

Meu próximo passo,é o que leva a ti, 

dê-me aquela sua essência ,

envolva-me para que eu possa retocar então assim ,

esse meu olhar... 

Nancy Moisés

    

Palavras que escrevi...

 

Olhando para o meu futuro, não consigo alçar meu infinito... 

Dá vontade de fazer umas coisas... 

Tipo:- O que não fiz por vergonha,

 voltar ao meu infinito passado, 

rever coisas que não podiam,

 esquecer a moral e a ética, 

e poder assim descer do salto quando precisar.

 Chorar o choro engasgado,

 sorrir o sorriso permanente, 

aventurar em algo surpreendente e indefinido.

 Amar-me mais do que amei,

 perdoar mais do que perdoei

e tentar perpetuar o meu infinito tão desconhecido, 

deixando então minhas letras ordenadas

 e espero que compreendidas, cravadas em poesia,

 mesmo que o vento a sopre para outros lados, 

mesmo que o infinito não venha, 

mas permanecerei em meu silêncio profundo, 

e continuarei assim sempre a escrever... 

Nancy Moisés 

  

Linda!

 

Quando ouço chamando LINDA,

 nem olho e nem vejo,escuto e penso, não é p/ mim...

 Quem me chamou um dia assim se foi... 

Talvez até nos  vejamos naquele lugar combinado,

 de culpas do ontem perdido,

 mas confesso que quando ouço o LINDA,

 finjo que é p/ mim,

e continuo o meu caminho sorrindo 

e  pensando sempre em ti.  

   

Abaixo pps com meus poemas,presente de minhas amigas

Elza Moreira e Cecília Helena..

Obrigada ...

   

 Clica nos selos abaixo  e leia meus poemas nestes sites. 

     

   

  

Vento que venta
e leva meu juízo...

Vento que arrepia,
e esfria meu coração...

Vento que sopra
e consegue carregar meus sonhos...

Vento bravo
porque não perdoa...

Vento gelado
porque me persegue?

Vento á toa,
que vaga por onde perambulo...

Vento perene,
me leva daqui...

De Rosa foi pintada a flor,

que exala o perfume de ti...

Bombardeia na revolução da esperança

os deslizes apurados pela grande memória,

em um gesto, um ganho,

uma rosa,uma recordação,

um cheiro, um jardim...

Nancy Moisés



- Postado por:Nancy Moisés 17h09
[ ] [ envie esta mensagem ]





03/02/2009

Meu Poema "Palavras que escrevi"

 

em pps presente da minha amiga Cecilia.

 

Clique no selo abaixo e veja.

 

(ligue o som)

 

   

 

Queria que meus dias não corressem tanto...

 

 A vontade que tenho agora é de acordar lentamente,

 

 junto com o amanhecer,

 

 esperar  calmamente que o sol penetre pelas frestas de minha janela,

 

 e só assim começar a pensar...

 

 Sempre pensar na alegria renovada de viver,

 

 e saber que aqui estou neste mundão de Deus...

 

 Devo aproveitar cada instante ,

 

 desse meu tempo real e agradecer..

 

 Oh! Meu Deus , eu mereço tudo isso?

 

 Nancy Moisés 

 

 

 

 As palavras cantam ,

 

num amanhecer de verdades,

 

neste acontecer de coisas reais,

 

honestas, onde o coração pulsa o mais simples dos sentimentos...

 

As palavras cantam ,

 

avisando na sonoridade do sibemol composto com

 

o soneto da felicidade,

 

na crônica singela de uma vida eternizada e selada

 

pela  busca desta PAZ constante que são nossas vidas.

 

 Nancy Moisés 

 

  


Se doar... 

No barulho obscuro do silêncio,

 

eu me calo...

 

No som de leveza que o vento nos impulsiona,

 

pelo caminho do tempo,

 

reflito...

 

Sonho os meus sonhos,

 

ocasiono minhas idéias,

 

sinto-me forte,

 

acolho meus sentimentos,

 

reflexo de minha alma,

 

penso e quero,

 

sacudo meus pensamentos...

 

dôo-me...

 

Enxergo que é verdadeiro tudo em volta e principalmente ,

 

aqui bem dentro de mim...

Nancy Moisés 

Sou Poeta...

  

Sou poeta conhecida pelo

 

meu pai e minha mãe...

 

 Quero desbravar este mundo e

 

levar minhas letras,

 

 tentar harmonizar minhas idéias e

 

transcrevê-las em palavras,

 

 quem sabe assim criar um poema eterno e

 

ser aplaudida por eles...

 

 Pelo meu pai e minha mãe...

Nancy Moisés 



- Postado por:Nancy Moisés 12h40
[ ] [ envie esta mensagem ]





01/02/2009

 

   

 

 

 

Com traços firmes e

 

pensamentos em acordo,

 

decoro minha alma com flores simples...

 

Percebo-as em minha individualidade única...

 

Acolho-me,

 

em minhas realidades vividas  e

 

sentidas  que estão por vir...

 

Sou eu enquanto ser...

 

Sou ser enquanto vivo...

 

 

Palidez

 

No silencio absoluto da sala,

 

um ruído que incomoda,um cisco no olho do barulho...

 

Em um momento desse tempo perdido,

 

fico aqui sentada sem nada entender.

 

Novidades de triste,beleza a procurar,

 

espano as cores  da pintura de meu quadro

 

e ele se torna preto e branco.

 

 

 

  Eu em mim mesma... 

   

 

 Se ficar tudo em silêncio,

 

eu morro...

 

Se cair a noite agora,

 

eu não quero..

 

Se o pássaro não cantar,

 

eu entristeço...

 

 Se entardecer hoje,

 

eu entardeço em mim,

 

 mas pego uma flor ainda aberta,

 

 e enfeito o  meu quarto ,

 

 p/ essa  noite não  me doer tanto assim...

 Nancy Moisés

Um simples perfume... 

 



- Postado por:Nancy Moisés 00h12
[ ] [ envie esta mensagem ]





19/11/2008

   

Caminho com meus pés sobre o destino que me têm...


Ouço pássaros, procuro-me,


ás vezes me perco, fico á deriva de tudo,


do que ocorre,


sem entender o porquê...


Quando me encontro, tenho certeza que existe sim,


uma beleza nos acontecimentos que virão,


sinto-me reconhecer este caminho,


e encontrar assim a minha luz...

 

 

 

 

  

Fiquei esquecida em um canto?


Nem vida, nem memória,

somos entre o chão e as estrelas,


acordo de cada um...


Nem morte,nem para a vida,


somos seres sepultados em nossas verdades,


únicas, determinadas,


entre o canto dos pássaros e o abrir dos olhos...


Entre o segredo e o eterno...


Seres maximizados em sua pureza e


eternamentes simples enquanto ancião.

 

Por quê?

  

Tenho uma visão antiga,de lembrar coisas passadas,

 

pensamento atual varia,

 

ás vezes ate assusto com o que penso lá  de trás....

 

Carrego comigo a historia,vou contar p/ meus netos,

 

vou pensar com as idéias antigas.

 

Contar que subia nas árvores vão até rir de mim.

 

criança de hoje é de outro tempo,

 

sou do café passado no saco de pano alvejado,

 

da prosa na fogueira num dia qualquer,

 

do pinhão esturricado no chão,do bença pai, bença mãe...

 

Meus  netos vão pensar que sou velha demais,de tão antiga de assunto.

 

Preciso pensar mais moderna,

 

olhar p/ o céu e não ver as estrelas,

 

sair de casa e ter medo de tudo?

 

 Sentar , chorar e esperar que meus netos me contem

 

 as historias de seus tempos modernos e tentar entender.

 

Por quê?

 

Porque meus netos não nascerão mais assim tão  crianças...

 



- Postado por:Nancy Moisés 09h08
[ ] [ envie esta mensagem ]